segunda-feira, fevereiro 26, 2024
Home » Esse é considerado o tipo de sangue mais perigoso do mundo!

Esse é considerado o tipo de sangue mais perigoso do mundo!

por Redação
Variantes genéticas associadas ao tipo sanguíneo podem estar relacionadas ao risco de acidente vascular cerebral (AVC) precoce.

Você sabe qual é o seu tipo de sangue? A informação é importante para a realização de atendimentos médicos e até mesmo transfusões e doações. Além disso, trata-se de algo fundamental na gravidez. Isso porque, caso a gestante tenha RH negativo e o pai do bebê possua RH positivo, a mulher deverá ser acompanhada de perto.

Para descobrir o tipo de sangue, basta realizar a Tipagem Sanguínea. De modo geral, os grupos sanguíneos identificados são o “A”, “B”, “O” e “AB”. No Brasil, a maioria das pessoas pertencem ao grupo O com fator RH positivo (O+ – 36%), seguido pelo grupo A com fator RH positivo (A+ – 34%). Na sequência, está o grupo B com RH positivo (B+ – 8%) e, por último, o grupo AB que apresenta fator RH positivo (AB+ – 2,5%).

Sangue dourado

No entanto, existe um tipo de sangue muito raro. Ele é tão incomum que estima-se que ele seja encontrado em menos de 50 pessoas em todo o mundo . Conhecido como RH nulo (Rhesus null), a comunidade científica se refere a ele como “sangue dourado” devido à sua extrema raridade.

A “fama” do sangue dourado se explica porque ele não possui nenhum dos 61 antígenos RH. Sendo assim, na prática, ele é caracterizado como o tipo de sangue mais perigoso do mundo, uma vez que as pessoas que o tem só podem receber doações de sangue iguais aos delas, ou seja, algo praticamente impossível em casos de transfusão, por exemplo. Uma alternativa encontrada por essas pessoas é “estocar” o próprio sangue para usá-lo futuramente, aso necessário.

O sangue dourado ainda está relacionado a problemas de saúde. Sabe-se que os glóbulos vermelhos que não possuem proteínas RH apresentam anormalidades estruturais. Além disso, pessoas com esse tipo sanguíneo estão mais propensas a desenvolver problemas renais.

Redação

Artigos Relacionados

Deixe seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja nosso parceiro!

Fale conosco e tire todas suas dúvidas. Venha fazer parte do maior canal de entrevistas de saúde do Brasil!

Newsletter

    @2023 Fernando Beteti – Todos os Direitos Reservados.