sábado, fevereiro 24, 2024
Home » Risco de infarto aumenta 30% no inverno; saiba como cuidar do coração

Risco de infarto aumenta 30% no inverno; saiba como cuidar do coração

por Fernando Beteti
Foto: Arquivo/Agência Brasil

Durante o inverno, a preocupação com gripes e doenças respiratórias aumenta. No entanto, o que nem todos sabem é que a saúde cardíaca também merece mais atenção no período. De acordo com o Instituto Nacional de Cardiologia (INC), o risco de sofrer um infarto pode ser até 30% maior em épocas de baixas temperaturas.

Segundo especialistas, temperaturas amenas, principalmente as inferiores a 14 ºC, colaboram para a chamada vasoconstrição, que nada mais é que contração dos vasos na superfície do corpo. Na prática, o sistema circulatório fica sobrecarregado, contribuindo para o infarto do miocárdio.

Outro fator que colabora para o aumento de infartos no frio é que nessa época do ano as pessoas tendem a ingerir menos líquidos. Com a desidratação, a densidade do sangue aumenta e as coagulações são mais frequentes. Assim, pode haver o aumento da pressão sanguínea.

De acordo com o Ministério da Saúde, os grandes vilões da saúde do coração são o tabagismo e o colesterol alto. Isso porque eles favorecem a formação de placas de gordura, hipertensão, obesidade, estresse, depressão e diabetes. Os diabéticos, inclusive, têm duas a quatro vezes mais chances de sofrer um infarto, de acordo com o Ministério da Saúde.

Além da prática regular de exercícios físicos, alimentação adequada, não fumar e se hidratar e estar corretamente agasalhado na estação mais fria do ano, são medidas ajudam a prevenir contra o infarto.

Suplementação para a saúde cardíaca

Outro aliado da saúde cardíaca, não apenas no inverno, mas no ano todo, são os suplementos alimentares. Eles complementam a carência de vitaminas e minerais que não são ingeridas de maneira suficiente apenas pela alimentação. Veja abaixo, alguns suplementos que colaboram para um coração mais saudável.

Ômega 3

Essencial para a saúde do coração, Ômega 3 ajuda a evitar a formação de placas nas artérias. Ele ainda auxilia na redução do chamado colesterol ruim (LDL) e no aumento do colesterol bom (HDL), além de prevenir doenças cardiovasculares.

Magnésio Dimalato

Ao combinar magnésio com o ácido málico, o Magnésio Dimalato proporciona uma extensa lista de benefícios, entre eles para o coração. O mineral regula a pressão arterial, o que contribui para que o coração consiga bombear o sangue de forma adequada.

O Magnésio está envolvido em pelo menos 350 reações bioquímicas no organismo. Ele também é fundamental para a correta absorção do cálcio e por estabilizar as membranas celulares do músculo cardíaco.

Solução de Sinatra

Desenvolvida pelo cardiologista norte-americano Dr. Stephen Sinatra, a Solução de Sinatra (“The Sinatra Solution”) associa quatro nutrientes poderosos: Coenzima Q10 (CoQ10), L-Carnitina, D-Ribose e Magnésio, este último já citado acima.

A Coenzima Q10 age na produção de energia nas mitocôndrias, o que melhora a função do músculo cardíaco. Ela assegura que o coração funcione bem e com menos esforço.

L-Carnitina transporta ácidos graxos para a mitocôndria e leva oxigênio e ácidos graxos para as células. É lá que a Coenzima Q10 age no processo de fabricação de energia. Por fim, a D-Ribose melhora funções cardíacas e ajuda a recarregar a energia depois de atividades físicas. Ela também ajuda no aumento da massa muscular.

Crédito da foto: Freepik

Fernando Beteti

Artigos Relacionados

Deixe seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja nosso parceiro!

Fale conosco e tire todas suas dúvidas. Venha fazer parte do maior canal de entrevistas de saúde do Brasil!

Newsletter

    @2023 Fernando Beteti – Todos os Direitos Reservados.