Home » ‘Papel higiênico não é para limpar’, alerta PhD em Naturopatia

‘Papel higiênico não é para limpar’, alerta PhD em Naturopatia

por Fernando Beteti
papel higiênico

Especialistas advertem que a prática exclusiva de utilizar papel higiênico para a higiene do ânus não é a abordagem mais apropriada. Isso se deve ao fato de que o papel tende a apenas dispersar a sujeira, permitindo a permanência de resíduos fecais na região.

Além disso, o contato direto do papel com o ânus após a evacuação pode resultar em complicações. Assim, o ato de friccionar a região pode desencadear dermatites, infecções e até mesmo levar ao desenvolvimento de fissuras anais e hemorroidas. Em uma entrevista ao Canal Fernando Beteti, a  Dra. Andreia Mombach, PhD em Naturopatia e biomédica, destacou ainda que o uso do papel higiênico pode revelar o estado de saúde do intestino.

“Você precisa só dar um ‘confere’. Passar e ver se o papel está branquinho, está limpinho. Isso é um intestino saudável. Então, quer saber se o seu intestino está saudável? Faça cocô e use o papel higiênico para conferir. Se ele sair sujo, mude a sua alimentação. Veja o que está errado nas suas escolhas diárias”

Ainda segundo a Dra. Andreia Mombach, fezes calcificadas podem ficar fermentando fungos e bactérias, que são patogênicos.

Para saber tudo sobre a saúde do intestino, veja a entrevista completa de Andreia Mombach ao canal Fernando Beteti abaixo:

Fernando Beteti

Artigos Relacionados

Deixe seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja nosso parceiro!

Fale conosco e tire todas suas dúvidas. Venha fazer parte do maior canal de entrevistas de saúde do Brasil!

Newsletter

    @2023 Fernando Beteti – Todos os Direitos Reservados.