sábado, fevereiro 24, 2024
Home » Os 3 antibióticos mais comuns! Veja indicações e efeitos colaterais

Os 3 antibióticos mais comuns! Veja indicações e efeitos colaterais

por Fernando Beteti

Os antibióticos são substâncias com o poder de eliminar ou impedir a multiplicação de bactérias. Ou seja, são aliados no tratamento de infecções bacterianas. A descoberta dos antibióticos revolucionou a história da medicina. Pois antes dele, a morte em decorrência de vairados tipos de infecções eram comuns. Atualmente, entretanto, o uso indiscriminado de antibióticos vem fazendo com que as bactérias se tornem resistentes aos tratamentos. Segundo o Centro Brasileiro de Informação sobre Medicamentos (CEBRIM), isso gera um grave problema no mundo todo.

Veja a seguir os três antibióticos mais comuns e suas reações adversas:

Amoxicilina

É pertencentente ao grupo das penicilina e o mais receitado entre os antibióticos. Sendo assim, a Amoxilina é indicada, sobretudo, ao tratamento de infecções causadas por bactérias. Por exemplo, pneumonia, bronquite, amigdalite, sinusite, infecções urinárias ou vaginais, da pele e das mucosas.

As reações mais comuns são diarreia (várias evacuações amolecidas por dia) e enjoo e erupções da pele. Por outro lado, há reações incomuns, como vômito e urticária e reações muito raras. Ente elas estão diminuição de glóbulos brancos, anemia, convulsões, hipercinesia (presença de movimentos exacerbados e incontroláveis), tontura, mudança na cor da língua, e vários outros.

Azitromicina

O medicamento atua para eliminar as bactérias, além de impedir cresçam e se reproduzam. Segundo a bula, a Azitromicina é eficaz no tratamento de infecções respiratórias no trato inferior (pulmões), como, por exemplo, bronquite e pneumonia. Do mesmo modo, é usada contra infecções do trato superior (nariz e garganta), como sinusite, faringite e otite. O antibiótico ainda esteve no centro de uma polêmica no tratamento contra a covid-19.

Os efeitos colaterais da Azitromicina incluem transtornos gastrointestinais. Nesse sentido são listados enjoos, vômitos, diarreias, cólicas e dores no estômago. Zumbido no ouvido, tontura, reações alérgicas na pele e inflamação na vagina são outras reações já relatadas.

Leia também

Cefalexina

Assim como os demais antibióticos, tem a função de eliminar bactérias que causam infecção. O uso da Cefalexina geralmente ocorre para tratar sinusites e infecções do trato respiratório, como por exemplo, otite média. Também age contra pneumonias. Além disso, é prescrita para o combate a infecções da pele e tecidos moles, infecções ósseas, do trato geniturinário e infecções dentárias.

As reações adversas vão variadas. Elas incluem falta de apetite, diarreia e náusea. Outros efeitos colaterais mais comuns verificados são dores abdominais e urticárias. Existem, ainda, casos nos quais ocorrem coceira anal e/ou genital.

Foto: Freepik

Fernando Beteti

Artigos Relacionados

Deixe seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja nosso parceiro!

Fale conosco e tire todas suas dúvidas. Venha fazer parte do maior canal de entrevistas de saúde do Brasil!

Newsletter

    @2023 Fernando Beteti – Todos os Direitos Reservados.