sábado, fevereiro 24, 2024
Home » Anvisa aprova injeção para tratamento da obesidade; entenda como o medicamento funciona

Anvisa aprova injeção para tratamento da obesidade; entenda como o medicamento funciona

por Fernando Beteti

Quase seis em cada dez brasileiros (57,25%) estavam com sobrepeso em 2021. Os dados estão na pesquisa “Vigitel 2021”, realizada pelo Ministério da Saúde. Porém, a “briga” contra a balança ganhou mais um aliado. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou esta semana um novo medicamento injetável de uso semanal para sobrepeso e obesidade. Trata-se do Wegovy (semaglutida 2,4mg). Mas, como esse remédio funciona?

Em entrevista ao Canal Fernando Fernando Beteti, quem trouxe a resposta para essa questão é o endocrinologista Dr. Sidney Senhorini. Referência na área médica, ele tem título de especialista pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). Além disso, foi professor do curso de medicina da Universidade Ingá (UNINGÁ) por 8 anos e professor dos cursos de pós graduação nas áreas de nutrição e psicologia, onde ministrou conteúdo de neuroendocrinologia e metabologia, transtornos nutricionais, reposições e prevenção de doenças.

Hormônio GLP-1 V.s Obesidade

Senhorini explica que toda vez que o alimento passa pelo intestino delgado, um hormônio, chamado GLP-1, é produzido. “Cabe a ele sinalizar que você comeu, que a comida passou pelo estômago, que a vesícula funcionou, e o alimento já está no final do intestino delgado. Então, toda vez que eu libero o GLP-1, eu tenho um sinal para parar de comer. Assim, eu aumento a minha saciedade, perco a minha fome e retardo esvaziamento gástrico. Ou seja, eu deixo meu estômago cheio por mais tempo”.

No entanto, esse “hormônio da saciedade” dura apenas três minutos, explica o médico. Isso porque, rapidamente ele é degradado por uma enzima. “É preciso entender que nós somos descendentes de quem passou por guerras, de quem passou fome. Então, nós somos descendentes de quem tinha um mecanismo para economizar energia. E não de ficar gastando energia”.

Sendo assim, Senhorini explica que a semaglutida, princípio ativo do Wegovy , é semelhante ao hormônio GLP-1, que produzimos naturalmente no intestino e que sinaliza ao sistema nervoso a sensação de saciedade.

“Essa substância presente nesses medicamentos são extremamente parecidas com o GLP-1 humano, só que não são degradadas. Então, eu tenho substâncias que duram 24 horas e, tenho outras que duram uma semana. É o caso da semaglutida, que como o medicamento Wegovy, tem o mesmo princípio ativo do Ozempic, indicado para diabetes”, ensina ele, ressaltando que a diferença entre a injeção que combate a obesidade e a que age contra a diabetes está na dosagem.

A injeção da semaglutida deve ser aplicada apenas uma vez na semana. Pesquisa feita pelo laboratório que produz a medicação  mostrou que o medicamento promoveu uma redução média de 17% do peso corporal. “Lembrando que esse medicamento, ele tem que ser uma ferramenta para o paciente adquirir hábitos alimentares saudáveis. Caso contrário, quando você para o medicamento você volta a ganhar peso”, completou o médico. Além disso, o medicamento deve ser prescrito e acompanhado por um médico especialista.

Para saber mais sobre o novo medicamento para obesidade, o Wegovy, e entender quais os passos necessários que ajudam a perder peso de maneira saudável, assista à live de Fernando Beteti com Dr. Sidney Senhorini.

Fernando Beteti

Artigos Relacionados

Deixe seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja nosso parceiro!

Fale conosco e tire todas suas dúvidas. Venha fazer parte do maior canal de entrevistas de saúde do Brasil!

Newsletter

    @2023 Fernando Beteti – Todos os Direitos Reservados.