Home » Alerta: Cientistas acham metais pesados e tóxicos em chocolates de marcas famosas

Alerta: Cientistas acham metais pesados e tóxicos em chocolates de marcas famosas

por Fernando Beteti
Chocolate

Os estudos e pesquisas mostram que o consumo de chocolates amargos é capaz de proporcionar inúmeros benefícios para a saúde. De acordo com o médico, cardiologista, conferencista e escritor Lair Ribeiro, o chocolate amargo 75% de cacau, ou mais, estimula a criação de células-tronco, colabora na medicina regenerativa e ainda diminui os riscos de infarto do miocárdio e de acidente vascular cerebral em 39% – leia mais aqui.

No entanto, nesta quinta-feira (dia 6 de abril), em clima de TBT e levando em consideração a proximidade da Páscoa, vamos relembrar um levantamento publicado na revista científica Consumer Reports, trouxe uma informação preocupante.

Estudo traz alerta sobre os chocolates

No estudo, especialistas apontaram a existência de fragmentos de metais pesados e tóxicos em chocolates de marcas famosas como Hershey’s e Lindt. Em 28 barras de chocolate amargo analisadas, cádmio e chumbo foram substâncias detectadas em todas elas.

De acordo com os autores do estudo, o consumo de alimentos com grandes quantidades desses metais pode acarretar em problemas pulmonares, cognitivos, câncer e até morte precoce, sobretudo quando há exposição por longo período. Além disso, perda de memória, pressão alta, dor abdominal e variações de humor são outros problemas que podem ser desenvolvidos.

Ainda conforme a publicação, as crianças são as mais prejudicadas. Isso porque no público infantil há risco de danos cerebrais e ao sistema nervoso central. Assim sendo, o resultado engloba problemas de aprendizado e comportamento.

Sendo assim, segundo apontam os cientistas, em 23 das barras de chocolates verificadas, o consumo de apenas 30 gramas diárias já levaria a uma exposição em um nível considerado prejudicial pelas autoridades de saúde pública.

Embora todas as barras de chocolate analisadas tenham apontado uma taxa mínima de chumbo e cádmio, nem todas tiveram níveis alarmantes da substância. Então, cinco versões foram relativamente baixas para ambos os materiais.

Veja a lista de chocolates analisados

Alerta vermelho: chocolates com alto índice de cádmio

  • Beyond Good Organic Pure Dark Chocolate 70% Cacau
  • Beyond Good Organic Pure Dark Chocolate 80% Cacau
  • Chocolate Extra Amargo Orgânico Equal Exchange 80% Cacau
  • Lindt Excellence Chocolate Amargo 70% Cacau
  • Scharffen Berger Chocolate Extra Amargo 82% Cacau
  • Chocolate Amargo Orgânico Alter Eco Classic Blackout 85% Cacau
  • Pascha Chocolate Muito Amargo Orgânico 85% Cacau
  • Dove Promete Chocolate Amargo Mais Profundo 70% Cacau

Alerta vermelho: chocolates com alto índice de chumbo

  • Tony’s Chocolonely Dark Chocolate 70% Cacau
  • Chocolate Extra Amargo Lily’s 70% Cacau
  • Godiva Signature Chocolate Amargo 72% Cacau
  • Chocolove Chocolate Amargo Forte 70% Cacau
  • Chocolate Amargo Lindt Excellence 85% Cacau
  • Endangered Species Bold + Silky Dark Chocolate 72% Cacau
  • Chocolate Amargo Trader Joe’s 72% Cacau
  • Hu Chocolate Amargo Simples Orgânico 70% Cacau
  • Chocolove Extreme Chocolate Amargo 88% Cacau
  • Chocolate meio amargo especial Hershey’s

Opções mais seguras

  • Mast Organic Dark Chocolate 80% Cacau
  • Taza Chocolate Orgânico Chocolate Deliciosamente Amargo 70% Cacau
  • Ghirardelli Chocolate Amargo Intenso 85% Cacau
  • Ghirardelli Intense Dark Chocolate Twilight Delight 72% Cacau
  • Valrhona Abinao Chocolate Amargo 85% Cacau
Fernando Beteti

Artigos Relacionados

Deixe seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja nosso parceiro!

Fale conosco e tire todas suas dúvidas. Venha fazer parte do maior canal de entrevistas de saúde do Brasil!

Newsletter

    @2023 Fernando Beteti – Todos os Direitos Reservados.