terça-feira, fevereiro 27, 2024
Home » Após testes e pressão de clientes, Stanley confirma que copos térmicos têm chumbo; veja riscos do metal à saúde

Após testes e pressão de clientes, Stanley confirma que copos térmicos têm chumbo; veja riscos do metal à saúde

por Redação
Copos Stanley

A Stanley, famosa por seus copos térmicos, confirmou a presença de chumbo na composição de seus produtos. A declaração surge após clientes realizarem testes rápidos, os quais revelaram a presença de chumbo nos copos da marca e compartilharem os resultados nas redes sociais.

“A Stanley esclarece que não há chumbo em parte alguma da superfície de seus produtos que entre em contato com o consumidor, ou com líquidos e alimentos que estejam sendo consumidos,” afirmou a empresa em comunicado ao InfoMoney. “O chumbo faz parte do processo de vedação, mas o copo é coberto por uma camada de aço inoxidável que o torna inacessível aos consumidores”

Ou seja, o metal é utilizado como vedação na base dos copos. Apesar disso, a empresa explica que há um revestimento de aço inoxidável que impede o contato do consumidor com o metal. “Na rara ocorrência desta tampa de inox se soltar, devido a algum caso extremo, possivelmente expondo o selante, este continuará sem contato com o conteúdo, sendo o produto devidamente coberto pela garantia vitalícia oferecida a todos os itens Stanley,” acrescentou a empresa.

Quais os riscos do chumbo para a saúde?

O chumbo é um metal tóxico que pode causar uma série de problemas de saúde em humanos. Alguns dos principais riscos associados à exposição ao chumbo incluem:

  1. Neurotoxicidade: O chumbo pode afetar o sistema nervoso, especialmente em crianças em fase de desenvolvimento. Pode levar a danos permanentes ao cérebro, resultando em diminuição do QI, problemas de aprendizado, dificuldades de atenção e comportamento impulsivo.
  2. Danos aos rins: A exposição prolongada ao chumbo pode causar danos nos rins, levando a problemas renais e até insuficiência renal.
  3. Anemia: O chumbo interfere na produção de hemoglobina, o que pode levar à anemia. Isso ocorre porque o chumbo pode substituir o ferro nas moléculas de hemoglobina, prejudicando o transporte de oxigênio no sangue.
  4. Problemas cardiovasculares: A exposição ao chumbo também foi associada a um maior risco de pressão alta, doenças cardiovasculares e ataques cardíacos.
  5. Danos ao sistema reprodutivo: O chumbo pode afetar a fertilidade e causar complicações durante a gravidez, incluindo parto prematuro, baixo peso ao nascer e danos ao desenvolvimento fetal.
  6. Danos ao sistema digestivo: A ingestão de chumbo pode levar a problemas no sistema digestivo, como dor abdominal, náuseas, vômitos e constipação.

Em resumo, a exposição ao chumbo representa sérios riscos para a saúde humana e é importante evitar contato com esse metal sempre que possível. As regulamentações ambientais e de saúde pública visam reduzir a exposição ao chumbo em diferentes fontes, como tintas, combustíveis, tubulações de água e produtos de consumo.

Redação

Artigos Relacionados

Deixe seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja nosso parceiro!

Fale conosco e tire todas suas dúvidas. Venha fazer parte do maior canal de entrevistas de saúde do Brasil!

Newsletter

    @2023 Fernando Beteti – Todos os Direitos Reservados.