segunda-feira, fevereiro 26, 2024
Home » Cientistas encontram anticorpos que neutralizam todas as cepas de Covid-19 e podem tornar vacinas obsoletas

Cientistas encontram anticorpos que neutralizam todas as cepas de Covid-19 e podem tornar vacinas obsoletas

por Fernando Beteti
vacinação

Um estudo feito por pesquisadores da Universidade de Tel Aviv, publicado na revista Nature Communications Biology, mostra a descoberta de dois anticorpos capazes de neutralizar todas as cepas conhecidas de Covid-19. Dessa maneira, existe a possibilidade de que se elimine a necessidade de repetidas vacinas de reforço para o fortalecimento do sistema imunológico das populações em risco.

A Dra. Natalia Freund liderou a pesquisa em colaboração com o Dr. Ben Croker da Universidade da Califórnia em San Diego.

“No estudo atual, provamos que dois outros anticorpos chamados TAU-1109 e TAU-2310 que se ligam à proteína do pico viral em uma área diferente da região onde a maioria dos anticorpos estavam concentrados até agora (e foram, portanto, menos eficazes em neutralizar a cepa original) são realmente muito eficazes na neutralização das variantes Delta e Omicron”, disse Freund.

“De acordo com nossas descobertas, a eficácia do primeiro anticorpo, TAU-1109, na neutralização da cepa Omicron é de 92%. E na neutralização da cepa Delta é de 90%. O segundo anticorpo, TAU-2310, neutraliza a variante Omicron com eficácia de 84% e a variante Delta com eficácia de 97%”, completou.

Anticorpos pode substituir as vacinas

Sendo assim, diante dos resultados, Freund avalia que os anticorpos podem ser o futuro no enfrentamento contra a Covid-19 e as variantes que surgirem. 

“Por razões que ainda não entendemos completamente, o nível de anticorpos contra a Covid-19 diminui significativamente após três meses. E é por isso que vemos pessoas sendo infectadas repetidamente, mesmo após serem vacinadas três vezes. Em nossa opinião, o tratamento direcionado com anticorpos e sua entrega ao corpo em altas concentrações pode servir como um substituto eficaz para reforços repetidos. Especialmente para populações em risco e com sistema imunológico enfraquecido”.

Crédito da foto: Fábio Rodrigues Pozebom/Agência Basil

Fernando Beteti

Artigos Relacionados

Deixe seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja nosso parceiro!

Fale conosco e tire todas suas dúvidas. Venha fazer parte do maior canal de entrevistas de saúde do Brasil!

Newsletter

    @2023 Fernando Beteti – Todos os Direitos Reservados.