terça-feira, agosto 9, 2022
Home » Três dicas para viver com mais saúde, segundo Dr. Mercola

Três dicas para viver com mais saúde, segundo Dr. Mercola

por Fernando Beteti

Durante minha trajetória como jornalista, tive a oportunidade de entrevistar muitos profissionais consagrados e com uma contribuição inestimável para a saúde da população. Um desses entrevistados foi o Dr. Joseph Mercola, médico osteopata e ganhador de vários prêmios área da saúde natural.

Além de estar à frente de um dos sites mais conhecidos do mundo em seu segmento, Mercola é autor de pelo menos 15 livros, muitos deles best-sellers, sendo três deles já listados pelo New York Times entre as mais vendidos (“Effortless Healing”, “The No-Grain Diet” e “The Great Bird Flu Hoax”). Ou seja, trata-se de um profissional mundialmente respeitado.

Durante uma entrevista que realizamos na casa dele, em Daytona Beach, na Flórida, Estados unidos, alguns anos atrás, tive a chance de fazer uma pergunta que certamente ajuda a responder os questionamentos de muita gente que tem a busca por uma vida mais saudável como prioridade:

O que as pessoas mais fazem de errado hoje e que pode comprometer lentamente a sua saúde, sem elas perceberem dia após dia? Dr. Mercola, o senhor poderia enumerar os principais erros que as pessoas cometem e dar as dicas para viver melhor?

Leia a resposta dele para esta pergunta foi divida em três assuntos. Confira:

DICA NÚMERO 1: SONO

“Eu posso ficar uma hora respondendo essa pergunta, mas vou fazer um resumo (risos). O sono… A maioria das pessoas não percebe, somente aprecia o sono de maneira superficial. Mas a falta de sono mata mais pessoas no trânsito do que se você somar todas pessoas que matam por dirigirem bêbadas e as que matam porque estavam usando o celular. O sono é mais perigoso e universal. Tem a ver com a chegada da luz elétrica. Isso porque já foi muito caro ter luz à noite. Já chegou a custar um salário de um ano manter uma luz acesa a noite toda. E isso não faz tanto tempo assim. Mas aí veio a eletricidade. E como resultado as pessoas estão dormindo menos. Cem anos atrás, poucas pessoas dormiam menos de 6 horas. Hoje em dia isso se tornou a maioria. Grande parte das pessoas dorme menos de 6 horas. O sono é essencial, e dormir na hora certa também. O ideal é ir para a cama logo que o sol se põe e acordar com o nascer do sol”.

DICA NÚMERO 2: ALIMENTAÇÃO

“Claro, também há a alimentação correta, a dieta correta. Todo mundo sabe disso. Não é um mistério. Não existe polêmica em relação à alimentação. Mas o que quero salientar tem a ver com os horários da alimentação. Esse é o grande erro, e pouquíssimas pessoas entendem isso, e é algo que se aplica também aos animais domésticos. Sabe qual é a principal causa da morte de gatos e cachorros? A resposta: câncer. As pessoas amam seus animaizinhos domésticos, seus gatinhos e cachorrinhos. E o que matam esses bichos? O câncer. E sabe o motivo? Por causa do mesmo erro que estamos cometendo: comemos o tempo todo. Estamos sempre comendo. Somente 10% das pessoas nos Estados Unidos, comem toda a sua comida em menos de 12 horas. Já 90% come mais do que em 12 horas por dia. Eu acredito que o tempo ideal para comer a sua comida é em um espaço de 6 a 8 horas. Ao fazer isso, você dá descanso para o seu sistema digestivo e uma chance para os açúcares do sangue diminuírem. Dessa maneira, você melhora a sensibilidade à insulina e a capacidade do seu corpo em queimar a gordura como combustível primário e gerar uma gordura solúvel em água chamada cetona, que é quase um milagre. Você pode comprar cetona exogenamente e comercialmente. Ou seja, agora você pode comprar e tomar cetona, mas é bem cara e desnecessária. Tudo o que você precisa fazer é diminuir a ‘janela’ de tempo que usa para se alimentar e comer os alimentos corretos. Isso quer dizer evitar os alimentos processados, com alto teor de carboidratos e gorduras processadas, e óleo de milho, óleo de ômega 6 processados são muito perigosos.”

DICA NÚMERO 3: EXERCÍCIOS

“E você tem que se mexer o dia inteiro. Se exercitar não só na academia, durante 1 hora por dia. Isso não funciona. Você tem que se mexer o dia inteiro. Não ficar sentado o dia todo. A dica é trabalhar em pé um pouco, usar um rastreador fitness para você se certificar que está dando os passos suficientes… Se aplicar esses princípios dá certo.”

Artigos Relacionados

Deixe seu Comentário

Seja nosso parceiro!

Fale conosco e tire todas suas dúvidas. Venha fazer parte do maior canal de entrevistas de saúde do Brasil!

Últimas Notícias

Veja Também

Newsletter

    @2022 Fernando Beteti – Todos os Direitos Reservados.